sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

HERESIAS DAS IGREJAS PROTESTANTES



HERESIAS DAS IGREJAS PROTESTANTES.
 
Recebi de um estimado irmão protestante uma relação de doutrinas católicas que ele chama de “heresias católicas” porque segundo ele, são doutrinas que não existem na Bíblia e foram inventadas pela Igreja Católica. Resolvi então relacionar as “heresias protestantes”. Para isso, recorri às páginas destas igrejas que estão na internet e fazer algumas considerações. Se não tiver paciência para ler tudo, veja as Considerações Iniciais e o que escrevi sobre sua igreja.

Considerações Iniciais:

O principal argumento, usados pelos protestantes para negar a Igreja Católica como igreja de Jesus, consiste em apontar suas doutrinas como sendo heréticas. Afirmam  que tais doutrinas não estão escritas na Bíblia. Veja a seguir e não encontrará escrito na Bíblia o nome  das igrejas citadas e muito menos as diversas doutrinas criadas pelas igrejas protestantes. Percebam como criam doutrinas que não estão na  Bíblia e contradições entre as várias igrejas. Note que, parte da doutrina  e conclusões da Igreja Católica são aceitas pelos protestantes. Porém, quando é a Igreja Católica que faz tais afirmações, são heresias... Quando as igrejas protestantes afirmam a mesma coisa, é doutrina sagrada e defendida como Palavra de Deus. – Isto porque, as igrejas protestantes se julgam com autoridade e direito de ler e interpretar a Bíblia livremente mas não aceitam que a Igreja Católica, faça o mesmo.
Não me julgo dono da verdade, mas espero estar contribuindo para que os cristãos, ao invés de lutar pelo que nos distancia, busquemos o que  nos aproxima. Veja:
“Quando chegou a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido de mulher, nascido segundo à Lei para resgatar os que eram sujeitos à Lei. E TODOS recebermos a dignidade de filhos. E a prova de que sois filhos é que Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: “Abá, Pai” . Portanto, já não és mais escrevo, mais filho; e se filho, és também herdeiro; tudo isso, por graça de Deus”.
Esta é a boa-nova que precisa ser anunciada... Os detalhes ficam por conta de cada religião, cultura, igreja, ritual, etc... O importante é que anunciemos Jesus Cristo que nos fez filhos do mesmo Pai que está nos céus. Estes filhos podem ser judeus, cristãos, islâmicos, budistas, taoistas e até ateus... Todos os humanos foram criados “imagem e semelhança de Deus para viver no paraíso.  Se foram expulsos do paraíso e se tornaram indignos da felicidade para qual, Deus os criara, Jesus, veio nos dar esta possibilidade, resgatando-nos com sua Encarnação, Paixão, Morte e RESSURREIÇÃO.
Esta é a verdade central do cristianismo que não pode ser negada pelos cristãos. ANUNCIE, PROCLAME ESTE EVANGELHO, e pare de acusar e condenar ao fogo do inferno, aqueles que vivem ou proclamam ESTA  REALIDADE de maneira diferente de sua maneira de interpretar a Bíblia.
Não devemos definir as nossas posições religiosas, desprezando a realidade do tempo em que os livros da Bíblia foram escritos. Além disso, negar a realidade histórica, é negar a autoridade que todos queremos ter no tempo em que vivemos e de acordo com os nossos conceitos..
É por todas estas razões, que procuro mostrar as heresias protestantes que não passam de uma maneira de interpretar a Bíblia. Se a Bíblia pode ser interpretada livremente, como determinou, Lutero,, porque não aceitar outras interpretações?
Esta defesa da liberdade não é minha... É doutrina oficial da Igreja Católica expressa no documento “Dignitatis humanae” do “Sínodo Vaticano onde declara que toda pessoa humana tem direito à liberdade religiosa. Consiste esta liberdade no seguinte: os homens todos devem ser imunes da coação tanto por parte de pessoas particulares quanto de grupos sociais e de qualquer poder humano, de tal sorte que em assuntos religiosos a ninguém se obrigue a agir contra a própria consciência, nem se impeça de agir de acordo com ela, em particular ou em público, só ou associado a outrem, dentro dos devidos limites. (...) o direito à liberdade religiosa se funda realmente na própria dignidade da pessoa humana, como conhecemos pela palavra revelada de Deus e pela própria razão natural. Este direito à liberdade (...) deve ser de tal forma reconhecido, que chegue a converter-se em direito civil.” (Vat. II – No. 1536).
Ao colocar as palavras do Vaticano II, quero encerrar, afirmando que, nos comentários que faço sobre as igrejas protestantes, não tenho intenção de ofendê-las. Quero somente, defender a Igreja Católica que tem direito de definir sua própria doutrina, culto, normas disciplinares, etc... mostrado que historicamente é a detentora da autoridade dada aos apóstolos e a principal formuladora da verdadeira doutrina cristã que tem como base o mistério da Santíssima Trindade, definido no Concílio de Nicéia (325) e Constantinopla (381) que definiram: Cremos num só Deus (...) e num só senhor, Jesus Cristo, Filho de Deus, gerado do Pai, único gerado, isto é da substância do Pai, Deus de Deus, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado e não criado consubstancial ao Pai por quem foi feito todas as coisas, o que está no céu e o que está na terra, (...) e no Espírito Santo, que é o Senhor que dá a vida, que procede do Pai, que com o Pai e o Filho recebe a mesma glória. Por isso, a Igreja Católica proclama: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Quem ler as doutrinas das várias igrejas protestantes, deve ter notado que o ponto principal da doutrina destas igrejas, foi formulada, como citei acima, nos Concílios de Nicéia-Constantinopla e é proclamada pela Igreja Católica.


 
Atenção: Grifo, negrito e letra vermelha, são de minha responsabilidade.
 
Os protestantes afiram: basta ter fé.  O apóstolo Tiago, afirma: a fé sem obras é morta. (Cf. Tg 2,19). – Negar o valor das obras como expressão de fé, é uma heresia protestante.
 
Não está escrito na Bíblia que, só alcançam a salvação, as pessoas que  fazem parte de uma igreja protestante.Isso, é uma heresia protestante
 
Não está escrito na Bíblia, que a salvação acontece a partir do momento em que alguém se entrega a Jesus numa igreja protestante. – Isso, é uma heresia protestante.
 
Na Bíblia não está escrito que SÓ A BÍBLIA É FONTE DA PALAVRA DE DEUS. - A afirmação: “Só a Bíblia!” É uma heresia protestante. Na Bíblia Deus nos fala. Mas nos fala também até através de uma pequena flor que nasce à beira da estrada e por meio do espaço sideral, etc. Paulo, afirma: “As perfeições invisíveis  de Deus – não somente seu poder eterno, mas também sua eterna divindade – são claramente conhecidas, através de suas obras, desde a criação do mundo”.  (Rm 1,19-20).
 
Na Bíblia não está escrito que ela (Bíblia) pode ser objeto de uma interpretação pessoal = LIVRE ARBÍTRIO.Isso é uma heresia protestante combatida pelo apóstolo Pedro. (cf. 2Pd 1,20). Porque as pessoas lêem a Bíblia e a interpretam de acordo com a própria cabeça, vemos surgir de uma hora para outra, mais uma igreja protestante.
 
Na Bíblia não existe  a menor referência ao surgimento da Igreja Luterana e sua doutrina, fundada por Lutero em 1517. Observe a seguir o que está escrito sobre os credos e as confissões da Igreja Luterana“Os credos ecumênicos e as confissões luteranas ( com especial referência à Confissão de Augsburgo, 1530, e o Catecismo Menor de Lutero, 1529) não estão em pé de igualdade com a palavra de Deus, mas são palavras humanas em resposta à Palavra de Deus, devendo sempre ser testadas à luz das Escrituras. No entanto, não devem ser desprezados como orientação para a fé. Embora em muito menor grau, essa distinção vale, obviamente, também para hinos e liturgias, testemunhos cantados e celebrados no culto – a matriz da vida cristã e comunitária”. (cf.. pg. na internet) – O surgimento de uma nova igreja, os credos, as confissões de Augsburgo e o catecismo menor, formam o início das heresias protestantes. Nada disso está na Bíblia.
 
Na Bíblia não existe qualquer referencia à Igreja Calvinista, fundada por Calvino na Suíça, em 1541. O Calvinismo foi originalmente um movimento luterano. O próprio Calvino assinou a confissão luterana de Augsburg de 1540. Por outro lado, a influência de Calvino começou a fazer sentir-se na reforma Suíça, que não foi Luterana, tendo seguido a orientação conferida por Ulrico Zuínglio. Tornou-se evidente que a doutrina das igrejas reformadas tomava uma direcção independente da de Lutero, graças à influência de numerosos escritores e reformadores, entre os quais João Calvino era o mais eminente, tendo por isso esta doutrina tomado o nome de Calvinismo. 
-  Quem está certo? Lutero, Calvino ou Zuinglio? As discordâncias entre eles, formou a base das das heresias protestantes. Sobre Calvino, não podemos esquecer que durante o seu comando na suiça, foi queimado  vivo o médico Miguem de servet, por negar o pecado original. Este acontecimento é uma demonstração do radicalismo protestante quje perseguiu e até mandou matar. A maneira como Calvino, que além de lider religioso, era também  chefe político, implantou o protestantismo na Suiça, tira dos protestantes, o direito de criticar a Igreja Católica com relação à inquisição.
O Calvinismo também defende uma Teologia Aliancista e os Sacramentos como meio da graça, Santa Ceia e Batismo, incluindo o Batismo de criança.
- Quem está certo? Calvino (um dos pais do protestantismo) defende os Sacramentos como meio para se obter a graça e  o batismo de crianças. Outros fundadores de igreja não aceitam. – Estas divergências fazem parte das heresias protestantes.
 
Na Bíblia nãos existe a Igreja Anglicanas fundada por Henrique VIII, na Inglaterra no ano de 1534. O Anglicanismo expressa a sua fé nas palavras de dois grandes credos históricos do cristianismo: o Credo Apostólico e o Credo Niceno, que foram escritos no tempo da igreja indivisa e constituem a confissão normativa da fé católica ainda hoje.  
- Esta afirmação da Igreja Anglicana, merece uma consideração: Esta igreja, aceita a profissão de fé católica e  reconhece que estes credos têm suas origens no tempo dos apóstolos. Por que então, as outras igrejas protestantes não declaram a mesma fé? Isso faz parte das heresias protestantes.
Para nós, as Sagradas Escrituras contêm toda a doutrina necessária para a salvação e nada que nelas não possa ser lido ou provado pode ser tido como artigo de fé ou necessário para a salvação. Vejam a contradição: Após declarar a profissão de fé dos credos Apostólicos e Niceno, os Anglicanos afirmam que: “para a salvação, só pode ser aceito o que possa ser lido nas Sagradas Escrituras”. Ora, os Credos Apostólicos e Niceno,não estão escritos na Bíblia. Então, se para a salvação só pode ser aceito  o que possa ser lido na Bíblia, os Anglicanos não deviam aceitar os credos apostólicos e niceno. –Mas, isso, faz parte das heresias protestantes.
Entretanto, a tradição cristã abrange muito mais do que a Bíblia. Nela se inclui a valiosa contribuição dos grandes santos e pensadores cristãos, a liturgia, o tesouro devocional acumulado durante séculos e as implicações morais da fé cristã na vida diária. (cf. na Internet)
– Neste parágrafo, os Anglicanos afirmam que: “a tradição cristã abrange muito mais do que está escrito na bíblia”. Na tradição, encontramos a contribuição dos santos que tornaram mais claras e adaptadas ao tempo, as mensagens bíblicas. Tudo que é feito para tornar atual a pessoa de Jesus e sua doutrina (liturgia) e as normas que ajudam a viver a fé cristã, não estão escritas na Bíblia...
- Este tesouro está na TRADIÇÃO. Porém, os protestantes negam TUDO e declaram: SÓ A BÍBLIA! desconhecendo a realidade da tradição que eles mesmos aceitam quando afirmam e elaboram doutrinas que não estão escritas, contradizendo o dogma: SÓ A BÍBLIA. – Tudo isso faz parte das heresias protestantes.
 
Na Bíblia não existe o nome da Igreja Menonita, fundada por  Menno Simons, na Holanda em 1550. O mais importante líder “Anabatista”, Menno Simons pregava uma Igreja livre e pacifista, desvinculada de governos. Acreditava na divindade de Cristo e no batismo unicamente de adultos e que proclamavam a sua fé em Jesus Cristo. A Bíblia era a autoridade máxima da sua doutrina. (cf. Internet).
– Quem eram os Anabatistas? Era uma igreja ou uma seita? Por que os Menonitas aceitam a doutrina dos Anabatistas e discordam de Calvino (um dos fundadores do protestantismo)? por que não aceitam o batismo de criança? Na Bíblia não está determinado a idade para receber o batismo. Tudo isso, faz parte das heresias protestantes.
 
Na Bíblia não aparece o nome da Igreja Presbiteriana, fundada  por John Knox, na Escócia em 1567 Apesar da Igreja Presbiteriana ser oriunda da Reforma Protestante do Séc. XVI, ela mantém o carácter católico da Igreja (traduzida literalmente e especificamente como uma só "Igreja Universal"), como está declarado no Credo Niceno-Constantinopolitano, ainda que não submissa à autoridade do Bispo de Roma.
– Faz parte das heresias protestantes as constantes contradições. A Igreja presbiteriana se declara “católica” quando se diz “Igreja Universal” mas não aceita a autoridade do bispo de Roma, que desde as origens da Igreja vem sendo considerado o que coordena, preside e serve a todos, atendendo ao que Jesus disse: “Pedro, apascenta as minhas ovelhas...” Se esta ordem tivesse sido dada somente a Pedro, no momento em que ele morreu, as ovelhas ficaram sem pastor... Se Jesus pensou em apascentar todas as ovelhas, atribuiu esta responsabilidade também aos “PEDROS” que iriam substituir àquele que o negara 3 vezes. – Aceitar o credo Niceno-Constantinopolitano e não aceitar a autoridade do bispo de Roma, é resultado das heresias protestantes. Nada disso voce encontra nas Sagradas Escrituras.  Os Presbiterianos afirmam categoricamente:  O governo presbiteriano é uma forma de organização da Igreja que se caracteriza pelo governo de um Presbitério, ou seja: uma assembléia de presbíteros, ou anciãos. Esta forma de governo foi desenvolvida como rejeição ao domínio por hierarquias de bispos individuais (forma de governo episcopal). Esta teoria de governo está fortemente associada com os movimentos da Reforma Protestante na Suíça e na Escócia (calvinistas), com as igrejas reformadas e mais particularmente com a Igreja Presbiteriana. (cf. Internet).
ATENÇÃO: Os protestantes condenam a Igreja Católica, afirmando que, inventou doutrinas que não estão na bíblia. PERGUNTO: De tudo que leu até aqui, como sendo doutrina protestante, voce encontra na Bíblia?
 
Na Bíblia não existe o nome da Igreja Congregacional, fundada por Robert Browne, na Inglaterra em 1580. (Objetivo) Divulgar a palavra de Deus entre o povo com maior abundância, como o principal meio de melhorar a situação da Igreja. Além da pregação, que é de grande ênfase no culto, os cristãos devem intensificar a leitura da Bíblia nos lares, com criação de reuniões de estudo bíblico e oração conforme citação de 1 Co 14.  
- O Sr. Robert Browne, fundou uma igreja com o objetivo de melhorar a situação da igreja, dando ênfase ao culto e à leitura da Bíblia. PERGUNTO: Qual igreja? A que ele fundou? Ele tinha autoridade para funda uma igreja diferente das que já existiam? Por que ao invés de fundar outra igreja, não se dedicou a melhorar a situação das igrejas protestantes já existentes? - Esta atitude de divisão do “Corpo Místico de Cristo” que é sua Igreja, faz parte das heresias protestantes.
É doutrina da Igreja Congregacional é a seguinte: Praticar o sacerdócio universal de todos os crentes e Distinguir claramente entre doutrina bíblica e heresia, agindo, porém, com cautela e moderação em controvérsias confessionais, não considerando e nem tratando o outro como inimigo, mas gerando uma união fraterna.
– A Igreja Congregacional, prega a união fraterna. No entanto, são muitas as igrejas protestantes que pregam a separação. Algumas, só consideram irmãos e salvos, o que são da mesma igreja... Um exemplo: O meu tio (que foi um amor de pessoa, serviu a todos que o procuraram) nasceu, viveu e morreu católico.  Na véspera de sua morte, foi visitado por duas senhoras protestantes. Quando souberam de sua morte, afirmaram: É lamentável que tenha morrido sem se entregar a Jesus!... Quem ouviu esta afirmação, tirou a seguinte conclusão: Ele foi parar no inferno porque não aceitou Jesus como seu único e verdadeiro salvador. – Se eu estivesse presente, teria perguntado: A salvação é obra gratuita de Jesus ou depende desta igreja? Isso faz parte das heresias protestantes.
A Igreja Congregacional afirma: O batismo no Novo Testamento é um sacramento instituído por Cristo (Mt.28.19). É uma consagração ao Senhor e aceitação no seio da igreja como povo de Deus. O batismo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e a fé são o essencial.    O hábito de apadrinhar as crianças por ocasião do batismo tem a sua causa principal nos procedimentos da igreja primitiva. Quando a vida dos pais crentes corria perigo convidavam irmãos na fé para que prometessem cuidar de seus filhos se, porventura, fossem martirizados por causa de sua fé. Os padrinhos devem auxiliar os pais na educação e formação cristã de seus filhos. Um curso de orientação para o batismo apresenta as regras de apadrinhamento. (cf. Internet) – A Igreja Congregacional, existe desde o ano 1560 e afirma que: O batismo no Novo Testamento é um sacramento instituído por Cristo (Mt..28.19). e que acontece no seio da Igreja.  
- Pergunto: Qual igreja? A Luterana? A Calvinista (que batizava crianças) ou de outras que não aceitam o batismo de criança? – Qual igreja protestante aceita o batismo como “sacramento”? A Igreja Católica tem sua doutrina definida sobre estes assuntos. - É fácil perceber como os protestantes não se entendem. Eles discordam entre si e porque estas doutrinas não estão escritas na Bíblia, posso afirmar que tudo isso, faz parte das heresias protestantes.
 
Voce não encontrará na Bíblia o nome da Igreja Batista que foi fundada John Smyth, na Holanda, no ano de 1604.  Doutrina: - Crença no Batismo de adulto por imersão - assim como os anabaptistas, eles creêm que o batismo seja uma ordenança para as pessoas adultas (ordenança, para os batistas, é diferente de sacramento: deve ser obedecida, mas é apenas ato simbólico e não obrigatório para salvação), que deve ser respeitada a menos que o indíviduo não tenha oportunidade de ser batizado. A diferença em relação aos anabaptistas, é que os batistas praticam o batismo por imersão. Celebração das ordenanças do batismo e também da ceia memorial (não-sacramental), repetindo o gesto de Cristo e os apóstolos ("fazei isso em memória de mim") partilhando-se o pão e o vinho entre todos os membros da Congregação.
- Na Bíblia, não se encontra por escrito estas interpretações (grifafas e em negrito). Por isso, os protestantes, não têm razão de afirmar que a Igreja Católica inventou doutrinas que não estão nas Sagradas Escrituras. Se na Bíblia, não está escrito que o batismo  é ordenança ou ato simbólico, esta afirmação faz parte das heresias protestantes.
Coloco aqui, um momento importante na disputa sobre o batismo de criança. Esta contenda tem um momento maior no confronto  entre Pelágio e Agostinho (no ano 411). Pelágio afirmava: Deus é justo e o homem é livre.. Por isso, só os adultos que pecam, devem ser batizados. As crianças são inocentes, por isso, não precisam do batismo. Agostinho, afirmava: Existe um paralelismo entre Adão e Cristo: Se Jesus veio salvar todos os homem, é porque todos pecaram em Adão: Visto que a morte veio por um homem, é também por um homem que vem a ressurreição dos mortos: Assim como todos morrem em Adão, em Cristo todos receberão a vida. (1Cor 15,21-22).
Esta disputa não está na Bíblia. – A Igreja Católica segue o pensamento de Agostinho. A maioria dos protestantes seguem a doutrina de Pelágio. Porém, para os protestantes, a Igreja Católica é herética por seguir Agostinho, mas não se consideram heréticos por seguir Pelágio. Como a doutrina de Pelágio, nem a da Agostinho, estão escritas na Bíblia, quem são os hereges, os católicos ou os protestantes?

Na Bíblia não existe a menor referencia à Igreja Metodista, fundada por John Wesley, na Inglaterra em 1739. - Ensinamentos: A Bíblia: Aceitamos as Sagradas Escrituras, os livros do Antigo e do Novo Testamento, como Palavra inspirada por Deus e necessária à salvação.
– Qual Bíblia? A católica com 73 livros ou a protestante com 46?
Livre arbítrio: A graça de Deus não é imposta, o ser humano pode aceitá-la ou rejeitá-la. Quando, então, demonstramos esta boa vontade, a graça passa a operar em nós dando-nos então a possibilidade de praticar as boas obras que de outra forma nos seriam impossíveis. O Espírito Santo santifica nossa vontade de tal maneira que passamos a escolher o bem e dizer não ao mal e ao pecado. O resultado desse processo de santificação se traduz em obras que buscam implantar a santidade na terra, unindo o cristão aos seus irmãos e irmãs.
– A definição de “livre arbítrio” não está muito precisa,  porque, “arbitrar” que dizer julgar. Aceitar ou não, a graça de Deus, é um ato de liberdade... Por isso, quando falamos de ”livre arbítrio” nos referimos é o direito de ler e interpretar a Bíblia livremente  Tudo que foi afirmado sobre a graça e a ação do Espírito Santo, não se encontra na Bíblia. – Para os protestantes o que não está na Bíblia é heresia.
O batismo: Praticamos o batismo por aspersão, embora aceitemos o batismo por imersão ou derramamento. Aceitamos o batismo infantil. O batismo é o sacramento de incorporação da pessoa à comunidade de fé. A Ceia do Senhor – É uma celebração do amor redentor de Deus e de sua graça capacitadora. Significa comunhão com Deus e a comunidade de fé e compromisso renovado com a missão.. Os metodistas entendem que a ceia do Senhor não foi instituída pela Igreja, mas por Jesus Cristo e, por isso, abrem a sua participação a todas as pessoas, de qualquer idade, que se sintam em comunhão com Deus. (cf. Internet).                - Observe que os metodistas, contrariando outras igrejas protestantes, aceitam o batismo de criança e falam bem da Ceia do Senhor... Porém, nada do que está definido pelos metodistas (grifado e em negrito) encontra-se escrito na Bíblia. Os protestantes dizem que só aceitam o que está escrito na Bíblia e acusam a Igreja Católica de inventar doutrinas estranhas às Sagradas Escrituras. Ora, se existe doutrinas católicas e protestantes que não estão ESCRITAS  na Bíblia, católicos e protestantes agem da mesma maneira criando doutrinas que não  estão na bíblia. Por que as doutrinas católicas são heréticas e as protestantes, não?

A Bíblia não faz referencia aos Mormons (Igreja de Jesus Cristo dos santos dos últimos dias), fundada por Joseph Smith, que escreveu outro testamento de Jesus, conhecido como “Livro de Mórmon” nos Estados Unidos em 1830. Algumas das crenças básicas da Igreja são: Deus é nosso Pai Celestial. Ele nos ama e deseja que voltemos a Ele. Jesus Cristo é o Filho de Deus. Ele é nosso Salvador. Ele nos redime da morte proporcionando a Ressurreição. Ele nos salva do pecado quando nos arrependemos. Por meio da Expiação de Jesus Cristo, podemos voltar a viver com Deus se guardarmos Seus mandamentos. O Espírito Santo nos ajuda a reconhecer a verdade. Os primeiros princípios e ordenanças do evangelho são fé em Jesus Cristo, arrependimento, batismo, e recebimento do dom do Espírito Santo. A Igreja de Jesus Cristo restaurada à Terra. A autoridade do sacerdócio de Deus existe hoje em Sua Igreja, da mesma forma que na Igreja original.
– Existe uma igreja verdadeira diferente da original? De onde o Sr. Smith, tirou esta idéia? Qual das igrejas protestantes, tem a autoridade do sacerdócio de Deus? Isso é pura heresia protestante.
A Bíblia e o Livro de Mórmon são a Palavra de Deus. – O livro de Mórmon é Palavra de Deus? Existe heresia protestante maior do que essa? Deus revela Sua vontade aos profetas hoje em dia, da mesma forma que o fazia antigamente. – Quem são estes profetas de hoje? Onde podemos encontrá-los? O que é ser profeta atualmente?  Nossa vida tem um propósito sagrado. As famílias podem ficar juntas para sempre. Por meio do serviço aos outros, podemos experimentar a alegria e ficar mais perto de Deus.  A melhor maneira de receber respostas para suas perguntas é conversar com um amigo ou conhecido que seja membro da Igreja. (cf. na internet)
– Qual igreja? A fundada por Smith? De tudo que está grifado, não encontramos POR ESCRITO na Bíblia nem mesmo a definição de Deus e de Jesus, muito menos as outras afirmações. Por isso, os protestantes estão errados quando negam à  Igreja Católica o poder de definir doutrinas que não estão definidas na Bíblia. Ora, se existe doutrinas católicas que não estão ESCRITAS  na Bíblia, os protestantes agem da mesma maneira fazendo afirmações doutrinais que não estão na bíblia. Isso faz parte das heresias protestantes. Esta igreja não é aceita dentro do protestantismo por afirmar que o livro de Mórmon é palavra de Deus. Mas, isso faz parte das heresias protestantes.

Você não encontra na Bíblia o nome da Igreja Adventista, pois foi fundada por William Miller, nos Estados Unidos em 1831
- O termo "adventista" refere-se à crença no advento, ou seja, na segunda vinda de Jesus à Terra. O termo "sétimo dia" é uma referência à crença do sétimo dia da semana como sendo o dia da semana que Deus estabeleceu para o descanso físico e espiritual do homem. Existem muitas controvérsias doutrinárias entre esta  e  outras igrejas evangélicas. Uma crítica se refere ao fato de que os escritos de Ellen G. White seriam considerados no mesmo nível de autoridade que a Bíblia: Inspirados por Deus e infalíveis.
Embora a Conferência Bíblica da IASD, de 1919, houvesse estabelecido, de forma coerente, que a inspiração dela foi verbal e não escrita, e essa mesma Conferência tenha firmado entendimento de que os escritos Ellen G. White não são autoridade teológica final em assuntos doutrinários, e que a Bíblia é a única regra de fé e de prática, a IASD oficialmente, e atualmente, estabeleceu, em sua crença No 18, a existência do Dom Profético e o papel de Ellen G. White como "contínua e autorizada fonte de verdade e proporcionam conforto, orientação, instrução e correção à Igreja", . Além disso, também creem que o Dom de Profecia é extensível a qualquer crente dentro dos dons espirituais, muito embora não pratiquem ou promovam rotineiramente este dom. (cf. Internet).  
- Quem quizer ter uma ideia de como os Adventistas são combatidos pelos próprios protestantes porque negam que jesus é Deus, consulte na página da “CACP”. Segundo eles, a Igreja Aventista não passa de uma seita herética que conduz as pessoas para o inferno. – Será que a CACP é o caminho para o céu e se julga capaz de condenar outros caminhos? Se isso for verdade, estamos TODOS (católicos, budistas, islâmicos, taoistas, macumbeiros, ateus, etc... etc..., estão condenados ao fogo do inferno. Então, o projeto de Jesus que veio salvar TODA  humanidade ficará frustrada...  No final dos tempos, o céu será habitado por uma igreja protestante (não sei qual), e o número dos salvos será muito pequeno. Grande, será o número dos condenados... Isso, faz parte das heresias protestantes.

Na Bíblia não existe uma igreja chamada de “O Exército da Salvação”, fundado por William e Catarina Booth, na Inglaterra, em 1865
DOUTRINA DO EXÉRCITO DA SALVAÇÃO:
Cremos que as Escrituras do Velho e do Novo Testamento foram dadas por inspiração de Deus, e que  somente elas constituem a regra divina da fé e prática cristãs.
- Na Bíblia não existe a afirmação de que somente as Sagradas Escrituras constituem a regra de divina de fé e prática cristã.
Cremos na existência de um único Deus, infinitamente perfeito, Criador, Preservador e Governador de todas as coisas, e  único objeto legítimo do culto religioso.
Cremos  que há três pessoas na Divindade – o Pai, o Filho e o Espírito Santo – indivisíveis em Sua essência e iguais em poder e glória.
Cremos  que na pessoa de Jesus Cristo acham-se unidas as naturezas humana e divina, de modo que Ele é verdadeira e propriamente Deus e verdadeira e propriamente homem.
- Na Bíblia não existe  estas definições de Deus, da Santíssima Trindade e de Jesus (Deus e homem). Estas doutrinas foram definidas pela  Igreja Católica no Concílio de Nicéia (325) e Constantinopla (381). Como os protestantes só aceitam o que está na Bíblia, isso é mais uma heresia protestante.
Cremos  que os nossos primeiros pais foram criados num estado de inocência, porém, pela sua desobediência, perderam a sua pureza e felicidade; e que, em consequência da sua queda, todos os homens se tornaram pecadores, totalmente depravados, e como tais incorrem com justiça na ira de Deus
- Esta doutrina de que, pelo pecado de Adão  todos os homens se tornaram pecadores  “(pecado original)” foi defendida por S. Agostinho contra Pelágio que afirmava que mesmo depois de Adão, o homem nasce sem pecado.  No Concílio de Cartago (418) a Igreja Católica condenou a doutrina de Pelágio e ratificou a de Agostinho. Algumas igrejas protestantes não aceitam o “pecado  original” seguindo a doutrina de Pelágio. Por isso, não batizam crianças. Isso, faz parte das heresias protestantes, pois, uns aceitam e outros negam o “pecado original”.
Cremos  que Jesus Cristo tem, pelo Seu sofrimento e Sua morte, feito expiação pelo mundo inteiro, para que todo aquele que quiser possa ser salvo.
Cremos  que o arrependimento para com Deus, a fé em nosso Senhor Jesus Cristo e a regeneração pelo Espírito Santo são necessários para a salvação.
Cremos  que somos justificados pela graça, mediante a fé em nosso  Senhor Jesus Cristo, e que todo aquele que crê tem o testemunho em si próprio.
Cremos  que a continuação no estado de salvação depende da fé obediente e contínua em Cristo
Cremos  que é privilégio de todos os crentes  serem santificados em tudo, e que o seu espírito, alma e corpo podem ser conservados íntegros e irrepreensíveis até a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. (1 Tes. 5:23)
- Estas afirmações sobre a expiação, arrependimento, testemunho em si próprio e privilégio de todos os crentes, não estão escritas na Bíblia. Os protestantes afirmam que as doutrinas católicas que não estão ESCRITAS na Bíblia são heresias. Então, as que estão definidas acima, são heresias protestantes.
Cremos  na imortalidade da alma, na ressurreição do corpo, no juízo final, na felicidade eterna dos justos, e no castigo dos maus. (cf. Internet) Observe que,.  a afirmação SÓ A BÍ

7 comentários:

  1. A igreja católica é sem sombra de dúvida o alicerce que sustenta toda a humanidade, quando coloca de forma clara e sem peso a forma de ser Cristão, e as verdades sobre a salvação das almas que sofrem. vimos que em todas as igrejas evangélicas faltam-lhes unidade e verdade de propósito quando se arvoram na interpretação da palavra de Deus,e não tem os fundamentos necessários para sua subsistência na verdade teologal, por isso ainda hoje não terminaram de subdividirem-se, não tem humildade, mas orgulho e a vaidade quanto a verdade.
    São francisco de Assis quando expôs ao Papa sua vontade de criar um movimento para trabalhar com os pobres, queria andar em concordância com a santa igreja, por isso, é conhecido no mundo inteiro, e teve a humildade de se submeter a autoridade da Igreja e não criar uma outra,correndo o risco de cometer heresias como vimos acima.

    ResponderExcluir
  2. Por tudo isto se diz: "Fora da Igreja Católica não há salvação."

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei por 15 anos no protestantismo e de fato posso assegurar que o que não falta nestas seitas são heresias de todos os tipos. É dificil até falar tal a quantidade de ensinamentos humanos e errados que existem nestas seitas. Eu acho que os doutrinadores televisivos são os mais perigosos. Este RR Saores é o campeão de heresias, embora Valdomiro Santiago e o estérico Malafaia também sejam extremamente ignorantes em matéria de fé e doutrina.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo disse...

    Uma única razão para não ser protestante. Não é bíblico.

    Mas o catolicismo é bíblico ?

    Quem se obrigou ao "Só a Bíblia" foram os protestantes.

    Nós católicos não estamos obrigados ao "Só a Bíblia".

    Seguimos o magistério da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade(Timóteo).

    São os protestantes que devem provar pelo critério que escolheram suas próprias teorias, teologias, crenças e costumes.

    Amarraram uma pedra ao pescoço e serão julgados pelos critérios que desejam impor aos demais.

    O protestantismo não é bíblico e assim os protestantes que dizem "Só a Bíblia" adotaram um critério anti-bíblico para justificarem suas aberrações teológicas.

    O protestante grita: "Só a Bíblia".

    O protestante diz que a Bíblia é suficiente.

    Então onde está na Bíblia que alguém pode reformar a Igreja Católica ?

    Onde está na Bíblia que Lutero seria levantado para reformar a Igreja Católica ?

    Onde está escrito na Bíblia que depois da "reforma" alguém pode discordar de Lutero e fundar outras denominações ?

    Quem está salvo ?

    Quem permaneceu com Lutero ou quem fundou uma nova denominação ?

    Onde está na Bíblia a orientação para que alguns permaneçam com Lutero e outros o deixem ?

    Onde está na Bíblia a orientação para que um crente abandone sua denominação ? Quem está salvo ? Aquele que ficou na denominação, aquele que dela saiu ou aquele que fundou uma nova seita ?

    Respondam pela Bíblia.

    Onde está na Bíblia que a própria Bíblia é a única fonte de revelação ? A Bíblia diz que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade. Onde está na Bíblia que a Bíblia é a coluna e sustentáculo da verdade ?

    Ora, só existem duas possibilidades. Ou Lutero acertou ou Lutero errou.

    Se Lutero foi levantado por DEUS, o que faz o protestante que não permaneceu com ele ?

    Se Lutero foi levantado pelo diabo, onde está o protestante que não adere a Igreja Católica ?

    E como podem dizer os protestantes que a Igreja Católica foi fundada por Constantino e ao mesmo tempo aceitarem a reforma de Lutero a partir desta suposta Igreja de Constantino ?

    Respostas bíblicas. Nada além da Bíblia.

    O catolicismo não precisa de Bíblia para prova-lo, embora a Bíblia seja clara a respeito da verdadeira Igreja.

    Mas o protestantismo precisa de Bíblia para comprova-lo. Pois afinal de contas, o protestante rejeita a tradição e ele mesmo é que grita: "Só a Bíblia".

    Sem aqueles chavões de costume.

    ResponderExcluir
  5. Ai meu Deus. Eu sou protestante e é claro que na Bíblia não diz o nome de Igreja Protestante e nem de Igreja NENHUMA. Aff.... religião é e foi inventada por HOMENS. Concordo quando voçes católicos não gostam quando protestantes dizem que apenas protestantes serão salvos acredito na salvação de Católicos e Protestantes, mas tem muito católico que se ACHA O DONO DA VERDADE quando diz que Maria é santa e que outros são santos também, faça-me um favor, né!!!!!!!!!! Ninguém tem o DIREITO DE FAZER OS OUTROS SANTOS POR MAIS QUE SEJA PORQUE O PAPA É HUMANO E PECADOR E UM PECADOR NÃO FAZ OUTRO SANTO ISSO SIM É QUE É HERESIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha cara, diz o protestante que a Bíblia não fala em Igreja Católica. Mas diz o protestante que o livro de Apocalipse fala que a Igreja Católica é a Babilônia.

      Minha cara, diz o protestante que a Bíblia não fala em papado. Mas diz o protestante que o livro do Apocalipse diz que a o papa é a besta.

      Decidam-se eternos indecisos.

      Entendeu o motivo de alguém com razoável inteligência não aderir ao protestantismo ?

      Uns dizem que a Igreja Católica é arcaica. Precisa modernizar-se, abolir o celibato, etc...

      E vem outro grupo e diz que a Igreja é progessista e modificou a doutrina dos apóstolos.

      Está vendo ?

      Os nossos críticos e "juízes" não concordam entre si nem mesmo nas críticas que nos fazem. A crítica pela crítica.

      Não há consenso entre protestantes. Por isto vocês são milhares divididos uns contra os outros e todos se acusando como hereges.

      O único acordo entre vocês é que todos devem "odiar" a Igreja Católica. Isto é fato e contra fatos não há argumentos.

      E Jesus que não mente disse para que sejamos um. E vocês não fazem o que Jesus mandou.

      Ele disse que reino dividido contra si mesmo desmorona. E vocês não creram em Jesus e continuam dividindo-se a partir de "visões' e "revelações" de "ungidos" que abrem "igrejas" a cada dia e que neste caso, não precisam comprovar pela Bíblia as "diretrizes" que "receberam" do Espírito Santo. Nesta hora, aquela máxima de que tudo tem que estar na Bíblia não funciona. Só funciona quando vocês querem cobrar doutrina alheia.

      Acorde irmã. Ainda é tempo de se livrar dos falsos profetas e aderir a única Igreja que Jesus Cristo constitui na terra.

      Excluir
  6. Prezada Giselly, a verdade sempre será absoluta, ela brilha como luz na escuridão e ilumina os corações de todos aqueles que humildemente a aceitam.
    A Igreja Católica não é uma instituição fundada por homens, o proprio Cristo a fundou pelas próprias mãos, e isso encerra nosso debate.
    O Blog baixadacatolica, foi criado para católicos, e em defesa da fé única e indivisivel da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.
    Prezada a "Igreja, é coluna e sustentáculo da verdade." (I Tim 3.15.
    A Ùnica Igreja no singular, a verdadeira Igreja, não existe soberba em afirmar essa verdade absoluta!
    Sou um ex herege protestante que hoje reconhece essa verdade evangélica.
    Oro para que um dia mergulhe nessa verdade, a Igreja de Cristo te espera!
    Sinceramente nós católicos e que devemos acreditar que pela infinita misericordia muitos protestantes poderão alcançar a salvação.
    Louvado seja Deus!

    ResponderExcluir